Emoções no desenvolvimento de habilidades orais com tecnologias digitais

Rodrigo Camargo Aragão, Vera Lúcia Menezes de Oliveira e Paiva, Ronaldo Corrêa Gomes Junior

Resumo


Este artigo tem como objetivo avaliar como tecnologias digitais podem auxiliar no desenvolvimento de habilidades orais durante a aprendizagem de inglês como língua adicional ao contribuírem para diminuir emoções negativas, que tendem a interferir nesse processo. O estudo foi desenvolvido com um grupo de estudantes da Faculdade de Letras da UFMG, em uma disciplina online para o desenvolvimento de habilidades orais em inglês mediado por computador. A metodologia qualitativa contou com a observação das interações dos estudantes no ambiente online, questionários e entrevistas semiestruturadas. A análise das experiências emocionais foi feita a partir de padrões de reação à experiência na disciplina, em termos de sentimentos negativos e positivos. Os resultados indicam uma avaliação positiva da disciplina associada a sentimentos de segurança, confiança e conforto dos aprendizes ao falar inglês mediados por tecnologias digitais. Foram também relatadas emoções de tranquilidade e de prazer por alguns participantes. Ao fluir com essas emoções os estudantes podem se sentir mais dispostos a se comunicar em inglês e correr mais riscos no uso da língua.

Palavras-chave: habilidades orais, inglês, emoções, tecnologias digitais.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues

 

SCImago Journal & Country Rank