A metáfora e a metonímia na categorização do conhecimento: o caso da terminologia da fauna e da flora

Sabrina de Cássia Martins

Resumo


No presente trabalho, abordaremos a presença da metáfora e da metonímia para a expansão do vocabulário da Fauna e da Flora em língua portuguesa. Assim, analisamos as variantes denominativas que compõem tal terminologia, ênfase para as expressões cromáticas especializadas, isto é, sintagmas nominais que apresentam em sua composição pelo menos um dos seguintes nomes de cores: branco, vermelho, amarelo, azul, verde, laranja, cinza, marrom, rosa, roxo, violeta e anil. Objetivamos demonstrar que a percepção humana, expressada linguisticamente por meio da metáfora e da metonímia, direciona a categorização dos conceitos dessa área, contribuindo para a expansão da terminologia e atuando na divulgação e na popularização do conhecimento.

Palavras-chave: metáfora e metonímia, Fauna e Flora, variação denominativa, expressões cromáticas especializadas.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues

 

SCImago Journal & Country Rank