Narrando a história atual: a construção da imagem dos grupos sociais em conflito nas manifestações de junho de 2013 no Brasil

Carla Leila Oliveira Campos, Bianca Rabelo de Melo, Júlia Virgínia Sampaio

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo analisar, por meio de categorias dos modelos mentais de evento, conforme van Dijk – no caso, participantes e ações –, como os grupos sociais envolvidos nos protestos, ocorridos em junho de 2013, no Brasil, são representados nas narrativas midiáticas e como essa representação contribui ou não para a credibilidade desses protestos e, consequentemente, para a construção da imagem dos grupos envolvidos no conflito. Para sua realização, filiamo-nos ao quadro teórico da Análise Crítica do Discurso (ACD), proposto por van Dijk, com o objetivo de compreender o funcionamento discursivo das narrativas midiáticas na construção da imagem desses grupos, nas seguintes revistas semanais de informação: Veja, Isto É, Época e Carta Capital. Nossas análises revelaram-nos como os posicionamentos ideológicos dos locutores das narrativas possibilitam a divisão desses grupos em NÓS e ELES, de acordo com óticas particulares sobre o evento em questão.

Palavras-chave: manifestações, narrativas, discurso midiático.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues

 

SCImago Journal & Country Rank