A prática de (re)formulação como estratégia argumentativa em situação de conflito

Amitza Torres Vieira, Paulo Cortes Gago

Resumo


O artigo analisa dados reais de fala-em-interação em situação de conflito e propõe conjugar a prática de formulação em Análise da Conversa Etnometodológica à perspectiva interacional de argumentação. Em um estudo de caso, piloto, qualitativo, acompanhamos a trajetória do processo argumentativo de um caso de venda casada em uma audiência de conciliação no PROCON. Mostramos, especificamente, como as (re)formulações estão ligadas à (re)introdução de posições e de sustentações. Argumentamos que ambas complementam-se, pois, assim como a argumentação é uma função básica da linguagem e central no universo jurídico, a formulação é prática igualmente relevante, pois é presente em todos os contextos. Defendemos a interação como lócus privilegiado da experiência humana.

Palavras-chave: prática de formulação, estratégia argumentativa, interação em situação de conflito.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo