Literaturas de Língua Inglesa e Educação Ambiental

Vera Lúcia Lopes Cristovão, Vinícius Neves de Cabral

Resumo


O atual estado de degradação do meio ambiente exige atenção especial de todas as áreas do conhecimento, como ressalta a Lei nº 9.795 de abril de 1999, entre elas, as Literaturas em Língua Inglesa focadas neste trabalho. O surgimento de uma nova corrente teórica de análise literária a partir da segunda metade do século XX, a ecocrítica, mostra a preocupação dos estudos literários com as questões ambientais. Sendo parte da formação de futuros professores, as disciplinas de Literaturas de Língua Inglesa foram analisadas com base em conceitos relacionados à Educação Ambiental e à Literatura para que pudéssemos apontar possíveis pontos de convergência entre essas áreas. Os objetivos da Educação Ambiental, de acordo com a Carta de Belgrado, os sujeitos apontados por Tozoni-Reis e a ecocrítica nos permitiram levantar o potencial de contribuição dos estudos literários para a EA. Entretanto, defendemos a necessidade de trabalhos interdisciplinares para a potencialização dos de seus efeitos futuros.

Palavras-chave: Educação Ambiental, Literaturas de Língua Inglesa, Ecocrítica.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues

 

SCImago Journal & Country Rank