Criando práticas discursivas mais simétricas em cursos de formação de professores: o caso do {coensino|diálogo cogerativo}

Michele Salles El Kadri

Resumo


Contextos educacionais são geralmente conhecidos por utilizarem o padrão de Iniciação-Resposta-Avaliação. Este artigo objetiva discutir uma alternativa para a transformação das práticas discursivas nos programas de formação de professores ao se utilizar um referencial teórico-metodológico conhecido como {coensino|diálogo cogerativo}. Está embasado na perspectiva sócio-histórico-cultural para a aprendizagem e formação de professores, assim como nos estudos de {coensino|diálogo cogerativo} como um referencial teórico-metodológico para a formação de professores. Os dados são transcrições de áudio dos encontros de {coensino|diálogo cogerativo} e são analisados pela análise crítica do discurso, estudos da conversação interacional e características de práticas dialógicas. Os resultados demonstram que, nesses encontros, os modos de interagir dos professores novatos mudam do padrão I.R.A. para maneiras de interagir caracterizadas por uma maior simetria e com os participantes contribuindo com os tópicos de discussão, tendo poder para avaliar, interromper, se engajar em tópicos iniciados pelos outros, demostrando interesse para participar, coordenando discussões, alternando as posições de liderança e de par mais competentes.

Palavras-chave: padrões interacionais, formação de professores, {coensino|diálogo cogerativo}.


Texto completo: PDF (English)



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo