Facebook como espaço de ação virtual: uma análise sobre as reações discursivas na fan page de um movimento ambiental

Erika Cristina Dias Nogueira, Lilian Aparecida Arão

Resumo


Este artigo tem como finalidade mapear as reações discursivas encontradas em comentários de internautas-leitores em um post do movimento ambiental Greenpeace Brasil no Facebook e avalia, primariamente, como tais reações podem vir a interferir na visibilidade pública e legitimidade do movimento, construídas pelo discurso publicado no site. A hipótese do trabalho é a de que, pelas reações, os internautas podem conquistar a expressão política que desejam, porém, possuem níveis limitados de conversação e participação, podendo ser incapazes de contribuir para a visibilidade e legitimidade da instituição. Buscamos identificar as características das reações e os níveis de participação depreendidos e, por fim, analisar, primariamente, a interferência de tais reações. Para isso, adotamos como pressupostos teóricos a Teoria Semiolinguística de Patrick Charaudeau e outras teorias sobre a subjetividade digital, bem como algumas discussões mais filosóficas sobre o alcance das redes sociais.

Palavras-chave: rede social, movimento ambiental, reações discursivas.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo