Fanfiction: “nova” ferramenta de leitura e escrita para o ensino de língua materna no ensino básico

Adriana Figueiredo de Oliveira, Luciana Carmona Garcia Manzano

Resumo


Este artigo pretende analisar processos de leitura e escrita entre adolescentes, tomando como material de análise as fanfictions, que constituem um gênero discursivo circulante preferencialmente em meio digital, como blogs, sites e redes sociais da WEB 2.0. São definidas como produções textuais baseadas em uma obra de ficção consagrada, em que fãs, leitores dessas ficções, por meio de uma escrita colaborativa, tornam-se coautores de infinitas possibilidades de continuação da obra original. Para este trabalho, analisaremos a fanfiction “Lua Azul”, uma continuação da obra literária “Saga Crepúsculo”, conjunto de quatro livros da escritora inglesa Stephanie Meyer. Maingueneau afirma, em sua obra, que, por meio desse processo de leitura e escrita, esses adolescentes passam a constituir verdadeiras comunidades discursivas. De modo semelhante, a Proposta Curricular do Estado de São Paulo assevera que, ao partilharem dos mesmos discursos, os alunos promovem o incentivo das habilidades de leitura e escrita. A teoria que embasa este trabalho é a Análise de Discurso de linha francesa, com as contribuições de Michel Foucault sobre o conceito de escrita de si, já que a pesquisa nos permitiu entrever que, por meio da escrita da fanfiction, os adolescentes falam de si.

Palavras-chave: fanfiction, leitura e escrita, comunidade discursiva, escrita de si.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo