Intersubjetividade e intrassubjetividade no ato de ler: a formação de leitores na Educação Básica

Mary Elizabeth Cerutti-Rizzatti, Aline Cassol Daga, Sabatha Catoia Dias

Resumo


Este artigo tem como objeto de estudo a formação de leitores na Educação Básica e se delineia com o objetivo de registrar linhas gerais de proposta teórico-epistemológica e metodológica para a ação docente nesse campo. A ancoragem é histórico-cultural, com base na psicologia da linguagem vigotskiana, na filosofia da linguagem bakhtiniana e na antropologia da linguagem dos estudos do letramento. Evocações a estudos cognitivistas e linguístico-textuais têm lugar no âmbito estrito da lógica dessa mesma ancoragem histórico-cultural. A argumentação consiste na proposição da conciliação de duas dimensões para o trabalho com a leitura: a dimensão intersubjetiva, que concebe o ato de ler como encontro entre leitores e autores e o toma como processo cultural; e a dimensão intrassubjetiva¸ que concebe o ato de ler na atenção aos recursos lexicais e gramaticais agenciados pelos autores em seus projetos de discurso e entende essa atenção como fundamental para que os leitores, na compreensão, deem acabamento a tais projetos de discurso. O artigo registra a base teórico-epistemológica dessa proposta e apresenta objetivos de aprendizagem para uma ação docente a partir dessa mesma base.

Palavras-chave: leitura, intrassubjetividade, intersubjetividade.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo