Fique ligado no que vai rolar nas próximas páginas! Efeitos de oralidade no jornalismo impresso: o caderno Kzuka na Zero

Ana Paula de Araujo Cunha, Raquel Bierhals

Resumo


Este estudo lança um olhar sobre as marcas de oralidade que permeiam o jornalismo impresso jovem. Com esse foco em mente, analisamos excertos de edições do caderno Kzuka na Zero, suplemento do jornal gaúcho Zero Hora, procurando observar as semelhanças e diferenças entre o texto jornalístico clássico e o texto apresentado no periódico sob análise. No intuito de contemplar tal objetivo, traçamos o percurso metodológico, tendo como foco os níveis discursivo e lexical de análise e, pontualmente, algum elemento do nível fonético. Observamos que a linguagem utilizada no caderno apresenta características do texto de revista semanal (“estilo magazine”), seguindo a tendência do jornalismo contemporâneo, no que tange a conquistar mais leitores, em especial os jovens. As marcas de oralidade constatadas procuram, pois, estabelecer uma espécie de cumplicidade com o público-alvo. Em síntese, o suplemento em questão adapta-se, liberta-se das regras e padronizações tradicionais, mantendo, no entanto, o traço essencial do texto jornalístico, isto é, o caráter informativo.

Palavras-chave: jornalismo impresso, marcas de oralidade, caderno Kzuka na Zero.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo