A ideologia racista de cor no discurso midiático filhas do vento

Mirian Ribeiro de Oliveira

Resumo


O objetivo primordial deste artigo é analisar a veiculação e proliferação de uma ideologia racista de cor, tomando como corpus o filme Filhas do Vento. Para tanto, foram extraídos e recortados fragmentos do discurso macro, que subsidiaram a discussão, sob a luz da teoria da Análise de Discurso de linha francesa – AD, tendo como referência básica as categorias sujeito e ideologia, oriundas dos estudos de Pêcheux, bem como cerceamento e controle de Foucault, em dialogicidade com outras das Ciências Humanas e Sociais. A saber: racismo de cor, branqueamento social e preconceito, sob o crivo teórico de Guimarães, Munanga, Skidmore e outros de suma importância que nortearam este estudo.

Palavras-chave: ideologia, sujeito, racismo, subjetivação e poder.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo