Agência, identidade e imaginação em uma escola primária urbana no sul do México

Maria Dantas-Whitney, Angeles Clemente, Michael Higgins

Resumo


Este artigo apresenta um estudo etnográfico das praticas pedagógicas de duas estagiárias em uma classe de inglês de quinta série em uma escola pública mexicana. Típico da etnografia de sala de aula, este estudo incorpora a observação sistemática, descrição, microanálise de eventos, e análise do discurso. Utilizando uma perspectiva sociocultural como referencial teórico, as atividades criadas pelas duas estagiárias são contrastadas com os exercícios prescritos pelo livro-texto oficial. A análise revela que, embora o livro-texto refletisse uma orientação pedagógica tradicional de transmissão, as duas estagiárias conseguiram adotar uma forma de ensino sócio-construtivista e transformadora. Elas criaram dinâmicas que possibilitaram a seus alunos trabalhar juntos através de diversas modalidades e de participar de várias atividades relevantes aos seus mundos fora da sala de aula. 

Palavras-chaves: teoria sociocultural, etnografia, identidade, ensino de línguas estrangeiras.


Texto completo: PDF (English)



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo