Educando para a cidadania através do Drama-Processo

Nilton Hitotuzi

Resumo


O Drama como arte literária, além do prazer estético que pode gerar, também é instrumentalizável no processo educacional de pessoas em todas as faixas etárias. Neste trabalho, apresentam-se fragmentos de uma experiência em que um tipo de drama, chamado Drama-Processo, foi utilizado para ajudar, durante um semestre escolar, uma turma de alunos do sétimo ano do ensino fundamental de uma escola rural do município de Tefé (AM) a desenvolver uma percepção crítica da realidade local. Em última análise, o objetivo era apresentar àqueles alunos a reflexão crítica como instrumento indispensável para o exercício pleno da cidadania. O estudo sustentou-se, sobretudo, na pedagogia crítica freiriana, mas também capitalizou outros trabalhos sobre o pensamento crítico. Para a coleta dos dados, foram utilizados questionários com perguntas semiabertas e testes escritos, os quais foram analisados com base nas sete categorias do pensador crítico, de David Carraher. Os resultados indicaram um modesto desenvolvimento do senso crítico dos alunos participantes da experiência como resultado de os mesmos terem, embora em proporções mínimas, efetivamente refletido criticamente sobre questões que afetavam ou poderiam vir a afetar as suas comunidades.

Palavras-chave: arte literária, Drama-Processo, Educação, senso
crítico, cidadania.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo