Cartas de reclamação e respostas institucionais na imprensa: acerca do gênero e os mecanismos de responsabilização enunciativa

Florencia Miranda

Resumo


O objetivo deste trabalho é explorar as relações entre o gênero – enquanto espaço dinâmico de estruturação dos textos – e um dos níveis da arquitetura textual – os mecanismos que assinalam os modos de assumir (ou não) a responsabilidade enunciativa e as formas da modalização. Para tal, são observados dois gêneros de texto: as cartas de reclamação e as cartas-respostas institucionais publicadas na imprensa. Assim, partindo de um conjunto de textos publicados em Portugal – e adotando como eixo certos aspectos desenvolvidos no quadro do Interacionismo sócio-discursivo (cf. Bronckart, 1997) – procura-se pôr em relevo a estreita ligação entre os parâmetros genéricos e os mecanismos de construção textual.

Palavras-chave: gêneros de texto, responsabilidade enunciativa, tipos de discurso, cartas, imprensa.


Texto completo: PDF



ISSN: 2177-6202 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022 -000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues


 

SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo