AS AVENIDAS COMO MARCOS DAS TRANSFORMAÇÕES URBANAS DA CIDADE DE FEIRA DE SANTANA-BA

Mariana Sousa de Andrade, Lysie dos Reis Oliveira

Resumo


O texto explana as modificações no desenho urbano de Feira de Santana, Bahia, entre 1960–2018, tendo em vista as transformações ocorrentes na cidade, em particular em suas avenidas, nesse período, face o processo de crescimento urbano e a proposta de modernização. Com base na revisão bibliográfica de autores que descreveram sobre as alterações do desenho urbano na referida cidade — cada um com um foco diferente em sua pesquisa — e da análise de imagens como mapas e fotografias, o trabalho irá revelar as transformações da paisagem urbana em função da implantação e do redesenho das avenidas e seus reflexos no ideário de modernização criado para a cidade. Será demonstrado o desvelamento do desenho das primeiras avenidas de importância local, como da Getúlio Vargas e da Senhor dos Passos, o surgimento e as transformações de outras, como, por exemplo, o da Nóide Cerqueira, de forma a discutir a cidade que se reconecta por esses marcos urbanos, se metamorfoseando e remodelando.

Palavras-chave: Feira de Santana, desenho urbano, avenidas.

 


Texto completo: PDF



ISSN: 1808-5741 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219

Os croquis utilizados no banner (da esquerda para a direta): Pavilhão do Brasil na Expo 70 (Osaka, Japão) e Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) do arquiteto Paulo Mendes da Rocha©.

Projeto gráfico: Jully Rodrigues



SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo