ANÁLISE DO ESPAÇO CONSTRUÍDO DA REDE DE EDUCAÇÃO INFANTIL UTILIZANDO OS MÉTODOS AHP E SIG: ESTUDO DE CASO EM CAMBORIÚ (SC)

Rodrigo Meirinho Morimoto, Francisco Henrique de Oliveira

Resumo


A proposta de pesquisa estrutura-se na caracterização e investigação do espaço construído dos Centros de Educação Infantil (CEIs), utilizando como parâmetros de análise da qualidade da sua infraestrutura, o estabelecido pelo PROINFANCIA. Para classificar a qualidade da infraestrutura dos CEIs, bem como a escolha de prioridades de intervenções e adequações para atingir um padrão pré-estabelecido, foi utilizado o modelo metodológico do Processo Analítico Hierárquico (AHP), juntamente com os recursos do Sistema de Informação Geográfica (SIG). Portanto, o objeto da pesquisa foi mapear a distribuição espacial dos CEIs e sua concentração no Município de Camboriú (SC), bem como seu comportamento de eficiência/qualidade frente ao que define o PROINFANCIA. Nesse sentido, foram construídos, por meio do método AHP, indicadores de qualidade, tendo como produto final uma classificação da situação atual da infraestrutura dos CEIS, sinalizando, a partir de uma avaliação técnica, quais unidades devem ser plenamente redimensionadas, quais devem ser adequadas com pequenos ajustes e, por fim, as unidades que estão atendendo aos cidadãos de modo eficiente. O produto final mostra a condição de cada CEI e sua distribuição espacial, permitindo ao tomador de decisão agir de modo sistemático e otimizado, pautado na eficiência técnica.

Palavras-chave: Centro de educação infantil, método AHP, sistema de informação geográfica (SIG).


Texto completo: PDF



ISSN: 1808-5741 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219

Os croquis utilizados no banner (da esquerda para a direta): Pavilhão do Brasil na Expo 70 (Osaka, Japão) e Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) do arquiteto Paulo Mendes da Rocha©.

Projeto gráfico: Jully Rodrigues



SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo