A tecnologia no processo de concepção arquitetônica contemporânea: análise de três obras de Norman Foster

Eduardo Grala da Cunha

Resumo


O artigo objetiva discutir as diferentes formas de manifestação da tecnologia tanto no processo de concepção arquitetônica como também na própria arquitetura contemporânea. Inicialmente, discute-se a fragmentação da produção arquitetônica na atualidade no sentido de evidenciar as diferentes ênfases dadas aos aspectos intrínsecos ao desenvolvimento do projeto arquitetônico, tais como o programa, a técnica e o lugar, como também ao aspecto externo ao problema de projeto, vinculado à organização entre as partes do todo compositivo, ou seja, à estrutura formal. Posteriormente, é discutida a complexidade da passagem do todo conceitual para o todo construído, utilizando Mahfuz (1995) como bibliografia de referência, caracterizando-se, portanto, a complexidade da escolha e da ênfase dadas aos elementos de arquitetura. A terceira e última parte do artigo relaciona-se à apresentação das diferentes ênfases dadas ao papel da tecnologia na projetualidade da arquitetura em geral. A primeira dimensão a ser apresentada é a funcional, que pode ser representativa e discreta, definida pela utilização e escolha dos elementos de arquitetura como partes que tornam o edifício algo concreto, sem a valorização da tecnologia como elemento de maior peso na composição. A segunda ênfase a ser apresentada é a representativa, caracterizada com base na valorização dos elementos de arquitetura estrutura, sistemas de proteção solar e cobertura, como partes construídas de maior peso na composição. Para ilustrar as diferentes dimensões tecnológicas presentes na projetualidade da arquitetura em geral discutem-se alguns projetos de Norman Foster, ilustrando o processo de concepção e a forma como a tecnologia está presente no seu trabalho.

Palavras-chave: concepção arquitetônica, tecnologia, projeto.

Texto completo: PDF



ISSN: 1808-5741 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional [atualizado em abril/2016]

Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP 93022-750, São Leopoldo, RS. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122 R: 3219

Os croquis utilizados no banner (da esquerda para a direta): Pavilhão do Brasil na Expo 70 (Osaka, Japão) e Museu Brasileiro da Escultura (MuBE) do arquiteto Paulo Mendes da Rocha©.

Projeto gráfico: Jully Rodrigues



SCImago Journal & Country Rank Crossref Member Badge Crossref Similarity Check logo