Liberalismo justificador e libertarismo: uma crítica a The order of public reason, de Gerald Gaus

Leandro Martins Zanitelli

Resumo


O trabalho critica duas conclusões de Gerald Gausa cerca do liberalismo justificador em The order of public reason, a de que o socialismo é insuscetível à justificação pública e a de que a diversidade de padrões avaliativos dos Membros do Público limita consideravelmente as possibilidades de políticas redistributivas. Contra Gaus, defendo que o liberalismo justificador é agnóstico quanto à propriedade (pública ou privada) dos bens de produção e se mostra compatível com versões mais igualitárias de capitalismo tais como as inspiradas pelas teorias da justiça de Rawls e Dworkin.

Palavras-chave: Gaus, socialismo, redistribuição.


Texto completo: PDF



ISSN: 2175-2168 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues