Revisitando Pierre Bourdieu: as relações de poder no ensino jurídico

Francisco Carlos Duarte, Eduardo Emanoel Dall´Agnol de Souza

Resumo


Neste trabalho pretende-se problematizar as práticas pedagógicas tradicionais doensino jurídico a partir da seguinte premissa: a maneira pela qual os professores apresentam o universo profissional do Direito a seus alunos contribui para a cristalização de uma hierarquia mais ou menos implícita e fluida entre as áreas de conhecimento normalmente estudadas. E essa hierarquia não é necessariamente fruto de uma avaliação objetiva da importância de cada uma das áreas estudadas. É, antes, resultado de valores reproduzidos insensivelmente nas práticas pedagógicas. A partirdessa consideração, abordam-se a estrutura e a dinâmica da disputa por legitimidade entre saberes e setores acadêmicos nas faculdades que oferecem o curso de Direitoa partir da obra do sociólogo francês Pierre Bourdieu. O objetivo é mostrar que valorespresentes no habitus profi ssional do Direito podem obstar uma reavaliação críticado ensino jurídico e prejudicar sua humanização e sua aproximação dos problemas sociais da realidade brasileira.

Palavras-chave: ensino jurídico, práticas pedagógicas, Pierre Bourdieu.


Texto completo: PDF



ISSN: 2175-2168 - Melhor visualizado no Mozilla Firefox

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0

São Leopoldo, RS. Av. Unisinos, 950. Bairro Cristo Rei, CEP: 93.022-000. Atendimento Unisinos +55 (51) 3591 1122

Projeto gráfico: Jully Rodrigues